N. 19 – Belém/PA - Novembro/Dezembro - 2014

SEÇÃO: MULHERES, POLÍTICA E PODER

Maria Luzia Miranda Álvares

Feminismo, Política e Poder

A proposta do GT- Feminismo, Política e Poder (18º Encontro Redor) é estimular estudos, pesquisas e extensão neste campo, a fim de dar visibilidade a uma problemática que envolve a participação politica das mulheres nas diferentes instâncias de poder, ao tempo que estabelece relação com os movimentos feministas.

Os estudos sobre a participação política das mulheres mundial e nacionalmente têm sido uma das preocupações pioneiras da REDOR, tendo em vista que, desde a criação da rede agregando pesquisadoras/es do Norte e Nordeste, seus encontros favoreceram trabalhos referentes ao tema, inclusive, criando meios de capacitação para seus membros na metodologia específica dessa área de conhecimento. Com isso, tem se fortalecido a produção de trabalhos como livros, artigos, ensaios sobre as mulheres nos espaços de decisão política dessas duas regiões brasileiras, gerando visibilidade sobre o crescimento do número de mulheres em cargos parlamentares e majoritários.

A que atribuir essa visibilidade? Os estudos de Luzia Miranda Álvares (1990, 1995, 1998, 2001, 2005, 2012; 2013; 2014), de Mary Ferreira (2001, 2005, 2007, 2010, 2012, 2013), de Ana Alice Costa (1992, 1998, 2001, 2002, 2012) e de Glória Rabay (2001, 2008, 2012) trazem contribuições importantes para pensar o fenômeno. Em se tratando dos Movimentos Feministas, considerados movimentos orgânicos que têm como princípio transformar as relações patriarcais, emergentes no Brasil desde o final dos anos de 1960, expandindo-se por todo o país nos anos de 1980, este GT tem sido responsável, também, pela possibilidade de autoras nacionais trazerem a público as questões que afloram no mundo privado, questionando as relações de poder e estabelecendo, em seus debates internos, novas categorias de análise para pensar a situação das mulheres além da relação capital e trabalho. A preocupação de tornar as questões de gênero como questões feministas e políticas tem sido um dos horizontes das pesquisadoras feministas integradas à REDOR. Esta preocupação é parte de um pensar inquieto, inconformado com uma realidade que se quer ver transformada. Neste GT, busca-se articular esse debate de forma interdisciplinar.

18º ENCONTRO REDOR

Perspectivas Feministas de Gênero: desafios no campo da militância e das práticas científicas é o tema do 18º Encontro da Rede Feminista Norte-Nordeste de Pesquisas sobre a Mulher e Relações de Gênero (REDOR-http://www.18redor.ufrpe.br/). O evento acontecerá de 24 a 27 de novembro de 2014, em Recife, nas instalações da Universidade Federal  Rural de Pernambuco (UFRPE) e está sendo organizado pelo Núcleo de Pesquisa Ação Mulher e Ciência (NPAMC /UFRPE); Núcleo de Família, Gênero e Sexualidade (FAGES/UFPE) e Instituto PAPAI, em parceria com o Gema/UFPE; FUNDAJ; NIPAM/UFPB; Secretaria da Mulher de Pernambuco; Secretaria da Mulher de Recife; IFPE e IFPB. Apoio: Capes, CNPq, Facepe e SPM.

GT 8 – FEMINISMO, POLÍTICA E PODER

Coordenação:

Maria Luzia Miranda Álvares - Universidade Federal do Pará (UFPA)

Maria Mary Ferreira - Universidade Federal do Maranhão (UFMA)

Glória de Lourdes Freire Rabay - Universidade Federal da Paraíba (UFPB)

Maria Luzia Miranda Álvares
é Doutora em Ciência Política, Coordenadora do GEPEM/UFPA e uma das pioneiras dos estudos de mulher e gênero, no Pará, desenvolvendo trabalhos sobre a temática feminismo, mulher e gênero, com incursões sobre o entrelaçamento das representações socioculturais nas estruturas de poder. E-mail: Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. .